Saúde Integral

12/06/2020 15h34

Homeopatia em Ação

Medicamentos homeopáticos vem sendo aliados na prevenção e tratamento de doenças respiratórias

Por Nosso Bem Estar

Nosso Bem Estar
3437305

Homeopatia

A Homeopatia é um método de tratamento criado pelo médico alemão Samuel Hahnemann, em 1796, que se fundamenta na Lei dos Semelhantes citada pelo Pai da Medicina Hipócrates no ano 450 AC.

Segundo esta lei, os semelhantes se curam pelos semelhantes, isto é, para tratar um indivíduo que está doente é necessário aplicar um medicamento que apresente (quando experimentado no homem sadio) os mesmos sintomas que o doente apresenta.

A homeopatia reconhece os sintomas como uma reação contra a doença. A doença seria uma perturbação da energia vital e o tratamento homeopático promove o restabelecimento do equilíbrio.

Os medicamentos homeopáticos são preparados a partir de substâncias extraídas da natureza, provenientes dos reinos mineral, vegetal ou animal. A consulta homeopática se caracteriza por ser mais demorada e abordar uma série de sintomas e perguntas muito abrangentes, cujas respostas vão nortear o médico homeopata a identificar o medicamento “semelhante”.

No Brasil, a Homeopatia é considerada como especialidade médica desde 1980, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina, e integra as Práticas Integrativas e Complementares disponibilizadas no Sistema Único de Saúde (PICs).  

 

COVID 19

Há registros de uso de Homeopatia no Brasil há cerca de 200 anos, incluindo protagonismos em tempos de pandemia, como a gripe espanhola de 1918.

Na atual pandemia, a comunidade de homeopatas brasileiros e de muitos países já identificaram várias substâncias homeopáticas para prevenção e ajuda no tratamento do coronavírus.

Em Santa Catarina, os postos de saúde da cidade de Itajaí estão disponibilizando medicamentos homeopáticos com o objetivo de melhorar a imunidade da população.  O município e outras entidades, porém, destacaram que não se trata de um remédio contra a doença Covid-19.

O medicamento, por óbvio, não substitui nenhuma outra medida de prevenção. Evitar aglomerações e lavar as mãos com frequência continuam recomendados, mesmo para quem usar a Homeopatia.

 

EQUILÍBRIO BIOQUÍMICO

A farmacêutica Márcia Biegelmeyer trabalha há mais de 30 anos na área de manipulação de medicamentos e ao longo deste tempo pôde ver ótimos resultados no uso de Homeopatia em casos agudos, com um rápida resposta evitando a uma progressão da doença, e também em casos crônicos, proporcionando uma melhora na qualidade de vida das pessoas. “A resposta é potencializada quando combinada com orientações nutricionais para que o equilíbrio bioquímico do corpo se restabeleça de uma forma mais rápida”, observa.

Márcia acompanha o movimento do uso da Homeopatia no contexto da atual pandemia. Segundo ela vários médicos homeopatas de outros países estudaram os sintomas da Covid e elegeram medicamentos que pudessem tratar os mesmos. Porém não em sua totalidade. Por ser uma doença desconhecida ainda, no Brasil a Sociedade de Médicos Homeopatas vem se aprofundando nos estudos e elencaram medicamentos para os estágios da doença, mas seguem à procura de um novo medicamento que possibilite abranger a maior parte dos sintomas e proporcionar a prevenção e recuperação da saúde.

 

NUTRIÇÃO

Desde que começou a atuar como médica homeopata há 35 anos, Neiva Milani percebeu que alguns pacientes respondiam rapidamente ao tratamento e outros não. A constatação levou-a a buscar novas especializações nas áreas Ortomolecular e Antienvelhecimento.

“Samuel Hahnemann, o criador da Homeopatia, já apontava no século XVIII a deficiência nutricional como um obstáculo à ação do remédio homeopático. Hoje, com o nível de metais pesados que temos no ar, na terra e na água e com o estilo alimentar moderno de baixo teor nutricional, precisamos desintoxicar e suplementar os pacientes para que a Homeopatia possa estimular de forma mais eficaz as enzimas do organismo responsáveis pelo restabelecimento do equilíbrio”, explica a médica.

Neiva Milani lembra que o cientista francês Louis Pasteur foi um dos pioneiros a descobrir, ainda no século XIX, que doenças eram causadas por germes. Antes de morrer reconheceu que o que importa é o terreno, isto é, a imunidade do hospedeiro.

E para manter  uma boa imunidade, o  pai da Medicina, Hipócrates, ensinou há mais de 24 séculos: “Seja o alimento o teu remédio”.

X